BERLIM

Por Odair Camillo

NATAL - Entidades de Turismo do Rio Grande do Norte se mobilizaram para ajudar trabalhadores do setor

Secretaria de Saúde de Natal elaborou Plano de Contingência para combater o coronavírus

 

Em um estado vocacionado ao turismo, o setor tem sofrido com os efeitos da pandemia do coronavírus. Para amenizar a situação dos profissionais autônomos deste segmento, que envolve mais de 50 cadeias produtivas no Rio Grande do Norte, a campanha RN+Unido abriu uma janela para receber recursos de pessoas físicas ou privadas. Todo o dinheiro foi revertido em cestas básicas e kits de higiene, distribuídas a esses profissionais em situação social mais vulnerável. “Sabemos que o turismo é das áreas mais afetadas e as previsões demonstram ainda um longo período de recuperação. Por isso pedimos a doação de quem puder ajudar centenas ou milhares de famílias que tiram o sustento diário da atividade turística”, destacou a titular da pasta de Turismo do RN, Ana Maria Costa. Integraram a campanha, além da Setur RN e da Emprotur, entidades do trade: a Associação Brasileira de Agentes de Viagem (Abav RN), a Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH/RN), Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel/RN), o Natal Convention, e os sindicados de Hotéis, Restaurantes e Similares (SHRBS/RN), de buggy (Sindbuggy/RN), das Empresas de Turismo (Sindetur), e dos Guias de Turismo (Singtur). “O setor do turismo, como uma das principais fontes de receita para o Estado, responsável pelo emprego de tanta gente, deixou de existir”.

 

Natal é a terceira cidade mais procurada pelos turistas

Uma pesquisa do Ministério do Turismo (MTur) mostrou Natal, capital do Rio Grande do Norte, como a terceira cidade mais procurada pelos turistas domésticos, atrás de Fortaleza (CE) e Maceió (AL). A sondagem foi realizada com 2.000 agências de viagens de todo o país. No perfil desses turistas, boa parte é de famílias com filhos (40,2%), casais (23,2%) e pessoas viajando sozinhas (14%). Outra pesquisa aponta que a maior parte dos turistas que estiveram no Rio Grande do Norte tem um alto índice de satisfação com o destino – 96,8% deles classificaram a experiência como satisfatória ou muito satisfatória, e 89,8% afirmaram que tinham a intenção de voltar. A coleta de dados foi realizada pela Federação do Comércio, Bens, Serviços e Turismo do Rio Grande do Norte (Fecomércio–RN) em 2018. Essas pesquisas não são nenhuma surpresa. Natal é a capital do Nordeste que reúne as melhores características para uma viagem perfeita: sol, praia, passeios diversificados, hospitalidade e custo-benefício.

 

A atraente capital nordestina prepara-se para a volta da normalidade

Natal, a capital Potiguar, já ganhou o mundo, é o portal de entrada das Américas, ponto mais próximo da Europa e África, uma cidade moderna e alegre, cresceu entre rios e o mar, enfeitada por dunas e muito verde. Terra de cores e sabores, local onde se encontra prazer e aventura. Lá, se diz que é verão o ano inteiro, num litoral de praias deslumbrantes, lagoas, sertão, culinárias, passeios, arte e cultura nunca vistos, aliados a uma ótima hospitalidade natural do seu povo. Os visitantes ficam deslumbrados com os mais de 400 km de Costa Atlântica passeando por lindas praias, muitas das quais visitadas em passeios emocionantes de buggy entre mar, dunas e lagoas com vários atrativos nesses caminhos, encontrando ainda locais para práticas de mergulho, surf e os ventos constantes possibilita a prática de vela, como o windsurf e kitesurf. A bela cidade de Natal foi fundada pelos portugueses no século 16, com a construção do Forte dos Reis Magos. A fortaleza guarda canhões e muitas histórias, com formato semelhante ao de uma estrela de cinco pontas, é um dos principais cartões postais da cidade.

 

Natal, o ponto brasileiro mais próximo geograficamente da Europa e da África. Natal, ou Cidade do Sol, como é conhecida, recebe mais de dois milhões de turistas por ano. O complexo hoteleiro da capital do Rio Grande do Norte tem mais de 25 mil leitos, capaz de acolher todos seus visitantes, mesmo na alta temporada. O grande atrativo de Natal é sua riqueza natural. Há 40 quilômetros de orla, sem contar com dunas, falésias, lagoas, clima quente e ventos que encantam os visitantes. Conheça Ponta Negra, que é uma praia clássica de Natal, bem central e movimentada. Ela se encontra com o não menos famoso Morro do Careca, uma duna de 120 metros de altura, coberta por vegetação rasteira. O jeito potiguar de curtir a cidade é de buggy, seja alugando ou contratando um motorista – os bugueiros conhecem a cidade como ninguém e são ótimos guias. Com o transporte garantido, siga para as dunas de Genipabu e curta as manobras, que podem ser radicais ou não.

 

Um roteiro de 5 dias na “Cidade do Sol”

As Dunas de Genipabu estão localizadas a 40 minutos da famosa Praia de Ponta Negra. Para chegar até elas, o turista tem várias opções: pode ir com carro alugado, carro próprio ou mesmo com o Passeio de Buggy, que tem a vantagem de fazer o trajeto desde a porta do hotel em que ele está hospedado. Para quem vai de buggy, a dica principal é sempre verificar se ele está credenciado

Em Genipabu acontecem os passeios de dromedários (foto). A próxima parada é em Pirangi do Norte. Veja o Maior Cajueiro do Mundo, com 8.400 metros de copa e ainda em crescimento devido a uma anormalidade genética. Em seguida, faça um programa de barco para as lagoas, Pirangi do Sul e Praia dos Cotovelos, com pausas para mergulho e snorkel. Em direção ao norte, vá a Maracajú e se encante a beleza produzida pelos corais ou parrachos, como são conhecidos.

Quando a maré baixa, formam-se piscinas naturais com água quente e transparente, onde se vê várias espécies de peixes. Tabatinga é a última praia ao sul de Natal, adorada por famílias e crianças por suas águas calmas e ótima infra-estrutura. No retorno visite também em 360 graus o Forte dos Reis Magos, com muita história e um visual incrível de Natal

Localizado na Praia de Pirangi, no Litoral Sul, está um dos mais belos cartões postais do Estado, o Maior Cajueiro do Mundo. A árvore ganhou destaque pelo seu tamanho, sendo registrada no livro dos recordes, o Guiness Book, em 1994. O cajueiro conta com aproximadamente 8.500 m² de copa, produzindo 70.000 frutas por safra, o equivalente a mais de 2 toneladas e meia

Natal - a capital mais ensolarada do Nordeste

A capital potiguar oferece tours aos litorais sul e norte, às piscinas naturais e bate e volta aos vilarejos de Pipa, São Miguel do Gostoso e Galinhos

São Miguel do Gostoso é banhada pelo mar do Rio Grande do Norte, que tem jeitinho de cidade de pescador, mas já está bem estruturada para o turismo.A brisa forte que bate constantemente, faz dela um dos locais do Brasil mais procurados pelos amantes do windsurf e kitesurf. As praias são excelentes, os restaurantes deliciosos e há vários hotéis para se hospedar

Distante 160 km de Natal, Galinhos tem atraído muitos turistas brasileiros e estrangeiros em busca de tranquilidade e cenários únicos, além de gente simples e hospitaleira. Com pouco mais de dois mil moradores, a maioria pescadores, está localizada numa pequena península, uma faixa de areia que fica entre o mar aberto e um braço de mar que invade a terra

© 2020 Jornal Brand-News