BERLIM

Por Odair Camillo

Noruega

Stavanger - a cidade onde a

natureza destaca-se nas alturas

Os fiordes mostram paisagens de tirar o fôlego, montanhas e

praias de areia branca. A bela cidade é também conhecida como

a Capital Europeia da Cultura, com uma impressionante

variedade de museus e eventos culturais

Imagine-se mergulhando na grandeza do Fiorde da Noruega - uma região de altos picos nevados, águas selvagens e vistas deslumbrantes.

Este é o coração do país viking da Noruega e, como os guerreiros corajosos e destemidos, você pode experimentar melhor esse vasto e selvagem deserto.

Fundada em 1125, Stavanger é a terceira maior cidade de zona urbana da Noruega, considerada a capital europeia do petróleo. Mas sua importância fica por conta das muitas atrações cênicas e pelo seu Centro Histórico. O centro da cidade de Stavanger é bem compacto, o que torna fácil o acesso à maioria das atrações a pé. Nessa bela e concorrida área da cidade estão reunidos vários casarios de madeira, considerados um dos mais bem preservados da Europa, consistindo de mais de 170 casas de madeiras brancas.Desde 1908 foi transformada numa Cidade Universitária, que abriga muitas instituições de ensino superior e pesquisa.

Esta qualidade reflete-se na animada atmosfera urbana da cidade e na grande variedade de oportunidades para compra e experiências gastronômicas.

Stavanger, que fica em uma península, é uma das cidades mais antigas da Noruega, que ficou famosa pelo seu Centro Histórico, que concentra inúmeros museus e igrejas históricas.

Muitos viajantes que passam por esta área usam Stavanger como sua base antes de se aventurarem pelas muitas atrações naturais e culturais da região.

O charme é passear pelo Gamle Stavanger, ou a cidade velha, repleta da maior concentração de casas históricas de madeira do norte da Europa.

Outra joia arquitetônica é a Catedral de Stavanger, a mais antiga da Noruega. Do outro lado está o moderno Museu Norueguês do Petróleo, inaugurado em 1999 e com um design diferenciado que tem o objetivo de ecoar a aparência de uma plataforma de petróleo. É o lugar para aprender sobre a história da produção abundante de petróleo e gás na região por meio de exposições interativas. Este é um local especialmente bom para famílias.  Para uma viagem pela história de Stavanger, o Museu Marítimo é obrigatório. Aqui, você aprenderá sobre o longo legado da pesca de arenque na cidade e poderá ver belos interiores reconstruídos, incluindo uma loja geral e um loft para fazer vela.Para uma visão mais moderna da cultura da cidade, assista a sua incrível cena de arte de rua (foto), que inclui tudo, desde trabalhos menores estampados a murais enormes cobrindo casas inteiras. Se você gosta disso, aventure-se a apenas vinte minutos de Stavanger até a cidade de Sandnes, que tem uma Street Art Trail oficial.

Noruega - O que ver e apreciar...

Um dos principais pontos turísticos é o Preikestolen, uma falésia de 604 metros que fica bem de frente para o Lysefjord. O topo da rocha é praticamente todo plano, conhecida também como “Pulpit Rock”. O inverno e a primavera atraem multidões que desfrutam de vistas espetaculares. Uma ótima maneira de conhecer essa área é com um cruzeiro de fiorde e uma caminhada guiada que você pode reservar através da Outdoorlife Norway ou Lysefjorden Adventure. Também são oferecidas caminhadas ao pôr do sol e rotas fora dos roteiros mais conhecidos.
Kjerag - Também localizado no Lysefjord, mas do lado oposto da Preikestolen, a Kjerag é uma rocha de cinco metros cúbicos presa em uma fenda entre montanhas. A pedra está a 984 metros de altura. Fazer essa trilha demanda um pouco mais de tempo.Partindo de Stavanger, são duas horas dirigindo ou de ônibus até a região. A trilha leva, em média, três horas (cada sentido). Importante chamar a atenção para o grau de dificuldade. Esta trilha exige mais do que a da Preikestolen. E aí, você teria coragem de tirar essa foto? Muita gente “amarela” quando chega em Kjerag.

Florli, a maior escada de madeira do mundo

Florli é famosa por ser a maior escada de madeira do mundo, com 4.444 degraus, altura equivalente a um prédio de 280 andares ou 740 metros até o topo. O percurso é um pouco cansativo, Por vezes dá até um medinho quando se olha para baixo. Quem já foi arrisca-se a dizer que é uma das vistas mais bonitas do Lysefjord. Esse é um dos passeios em Stavanger não muito explorados ainda pelos turistas, mas que a cada dia ganha novos visitantes. E você, conseguiria encarar esse desafio de subir a maior escada de madeira do mundo?

Stavanger -  a principal cidade petroleira da Noruega

As opções de museus em Stavanger são variadas e abrangem diversas áreas: artes, arqueologia, história marítima e do petróleo. O principal e mais popular museu da cidade é o Museu do Petróleo. O petróleo do mar do Norte vem enriquecendo Stavanger desde a década de 70, e hoje é destacada por ser a principal cidade petroleira da Noruega. O Museu Norueguês do Petróleo mostra como o petróleo se formou, como é produzido e para que é utilizado. Além disso, possui uma loja de lembranças bem sortidas e uma cafeteria com apetitosos pratos combinados.

Gastronomia

Cordeiro, frutos do mar e legumes são a base da Alimentação

 

O bacalhau foi o maior produto de exportação da Noruega. Hoje eles consomem um grande número de peixes, como salmão, arenque, badejo e cavala, frescos e defumados, salgados ou em conservas.O famoso lunsj (como eles chamam o almoço) é praticamente um segundo café da manhã. Uma fatia de pão com patê, picles, caviar e por aí vai. Vários frios e o iogurte, que é muito apreciado. A principal refeição é o jantar, feito às 17h ou 18h, única refeição quente do dia. Janta-se a esta hora pelo fato de as crianças estarem acostumadas a dormir cedo. Fårikal  é a carne de carneiro cozida com repolho e batata, é uma comida muito boa!

Vale a pena experimentar, mas a batata continua na receita.

Pølse é o nosso famoso cachorro quente. Você encontra por toda parte, da mesma forma que o waffle. É um cachorro quente sem pão, sem molho, sem batata palha. Somente a salsicha enrolada em uma espécie de panqueca feita de batata, com ketchup e mostarda. A panqueca chama-se lompe, também pode ser encontrada como potetkake, consumida fria. Aliás, para quem é acostumado a comer comida sempre quente, está aí um problema. Por ser um lugar ”gelado”, dificilmente as comidas ficarão quentes, então a praticidade é comer do jeito que está.
Por isso, quando for nas lanchonetes, não estranhe se servirem um cachorro quente frio.

 

Descubra os Vikings reais

A história e a cultura viking estão presentes em toda a região. A região de Haugesund é conhecida como “a pátria dos reis vikings”. Avaldsnes, fora de Haugesund, é um lugar de poder desde antes da Era Viking. Lá você pode mergulhar na história de Harald Fairhair, o primeiro rei da Noruega, que governou o ano 870.

Explore esse passado histórico no Centro Histórico de Nordvegen e na Fazenda Viking. Situado principalmente no subsolo, o centro usa dioramas, sons e vídeos para dar vida a essa antiga sede real.

A Igreja de Olav, também localizada nesta área, foi construída em 1250, mas é cercada por marcadores de enterro que são mais de 1.000 anos mais antigos, incluindo “Mary’s Needle”, que tem mais de seis metros de altura. A cidade de Haugesund também é considerada uma capital cultural contemporânea. Você pode pegar um jazz, show de rock ou comédia  quase todas as noites da semana e aproveitar sua bela arquitetura Art Nouveau. E, é claro, nenhuma viagem a Haugesund é completa sem um passeio ao longo do Kyststien, uma trilha acidentada costeira que passa por Haraldshaugen, o Monumento Nacional da Noruega e o grande local de sepultamento do próprio Harald Fairhair.

 

© 2020 Jornal Brand-News