Espetáculo de Poços é classificado para festival

O espetáculo teatral “Os Conflitos de Josefina”, de Cassinha Lopes, com direção e atuação de Clisthenis Betti, foi selecionado para o Profesteatro - Festival Nacional de Teatro, produzido pela Cia de Teatro Terceiro Sinal de Congonhas e idealizado pelo ator, diretor e produtor cultural João Sabará. O espetáculo teve
apresentação online nesta quinta-feira (28), pelas redes sociais.

Realizado no período de 27 a 31 de maio, o Profesteatro é o primeiro festival online de teatro de relevância nacional, com envolvimento de grupos de Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro, Goiás, Rio Grande Sul, Amazonas, Santa Catarina, Paraná, Pernambuco e Distrito Federal. Serão 40 espetáculos divididos nas categorias infantil, palhaçaria, rua, comédia, alternativo, drama, monólogo e musical. A programação completa está disponível no link www.terceirosinal.com.

“Para nós, da Companhia de Teatro Monteiros e Lobatos, é uma grande felicidade, pois esse ano a Companhia comemora 20 anos de existência, o espetáculo completa 10 anos e eu, 30 anos de carreira”, disse Clisthenis, lembrando que a peça é um presente para o público feminino. “As confusões e trapalhadas de Josefina em cena trazem altas risadas, as mulheres se identificam.”

Com base nos depoimentos de mulheres que frequentavam o Grupo de Apoio à Mulher (GAM), “Os Conflitos de Josefina” mostra depoimentos e histórias reais de mulheres vítimas da violência doméstica. Há dez anos, o espetáculo era mais uma comédia despretensiosa - quando foi escrito, em 2007, a Lei Maria da Penha tinha sido sancionada há um ano e o espetáculo não abordava essa temática.

“Nesse tempo de pandemia e isolamento, nós, que trabalhamos com arte, estamos todos sem trabalho. João Sabará foi um visionário em recriar o festival, ele renasce de forma online, muito importante e serve também para que os responsáveis pelo setor cultural percebam esse novo caminho de fazer e levar cultura e arte às pessoas”, disse Clisthenis.

Daniele Silva

Emerson Noronha

Josefina em cena: trapalhadas

João Sabará, idealizador do Profesteatro

© 2020 Jornal Brand-News