Homenagem - A Recreativa

Uma família apaixonada e unida em torno de um legado

Os irmãos Adriano e Luciano Mussolin

Perpetuar-se traz grandes desafios à marcas e empresas. O primeiro deles é manter a coerência com o propósito do fundador, que tende a se esvair se o objetivo e o envolvimento não transcender o financeiro, quando estas no tempo vão sendo ocupadas por outras gerações. A editora A Recreativa, fundada em 1950, é um exemplo de negócio que manteve sua essência e soube se reinventar ao longo das diferentes décadas que passou. Foi fundada pelo inteligentíssimo e educadíssimo Owen Mussolin, meu avô, que transformou sua paixão em revistas de palavras cruzadas em um negócio pioneiro, a primeira revista do gênero no Brasil, e próspero: 70 anos depois é a revista com circulação ininterrupta mais antiga do Brasil e continua se reinventando em uma época onde a necessidade de transformações no mercado editorial é eminente.

 Esta coerência ao longo de tantas décadas tem, em grande parte, as mãos de Luciano Mussolin, filho de Owen, e que este ano completa cinco décadas editorando e também à frente dos negócios, junto com seu irmão Adriano, que no início da década de 90 se juntou a ele em um momento delicado, quando meu avô era acometido pelo Alzheimer. Veio no momento necessário e trouxe consigo a então necessária informatização da editora e o compartilhar das responsabilidades do negócio.

Nas últimas décadas também estiveram colaborando minha mãe Sandra, com seus desenhos, e minha tia Paula com a produção, curadoria de passatempos e com a criação da revista Corujinha. Flávia, minha outra tia, nunca se envolveu diretamente mas sempre esteve próxima, assim como minha avó Fanny, companheira de tantas décadas do meu avô e fundamental para apoiá-lo nos seus projetos (a matriarca da família). Também houve colaboradores e parceiros que se somaram à família: como não falar da Margareth Martins do Carmos, primeira funcionária da empresa que até hoje colaborou conosco com seu talento? Pedro Roberto Moraes, Helena Marconde e outros, que dedicaram décadas da sua vida a esta jornada. E Paulo Renato Durante e Sandro Pagin, que através da Arte & Texto, por décadas somaram muito mais do que com a simples prestação de serviços. Colocaram seus corações e alma na empresa, influenciando muito sua história. 

 

Estive dos meus 15 aos meus 25 anos envolvido diretamente com a Editora. Depois fui seguir minha "carreira solo". Quis, entretanto, o destino, que 2020, no ano que a editora completa 70 anos eu tivesse a oportunidade de assumir a empresa, como terceira geração de um legado que traz consigo uma história única e emocionante. Quando falamos de A Recreativa, estamos falando de uma marca que tem um forte vínculo emocional com gerações de dezenas de milhares de famílias brasileiras. A minha é uma delas, e tenho a sorte de ser neto do sr. Owen.

Neste momento de transição não poderia deixar de registrar essa homenagem a todos que trouxeram esta história até aqui para que possa continuar a ser construída, especialmente ao Luciano e ao Adriano, meus tios e guardiões deste legado por décadas, que me deram a oportunidade de também deixar minha marca, com minha sócia Fernanda Lutke Martins, neste novo momento que se inicia. Estamos prontos para os próximos 70, buscando integrar toda a história, e pensando à frente. Sinceramente, é um privilégio e um prazer seguir com este desafio.

Este texto é uma homenagem a quem permitiu isto, a quem aprendi a respeitar cada vez mais.

Rubens Mussolin Massa

© 2020 Jornal Brand-News