BERLIM

Por Odair Camillo

Filadélfia - berço da independência Americana

Além dos símbolos históricos da independência, a cidade tem inúmeras atrações turísticas

  A convite do Philadelphia Convention & Visitors Bureau, há alguns anos fui conhecer Filadélfia, essa belíssima cidade que preserva até hoje os principais símbolos da luta dos Estados Unidos  pela sua independência, e que fica distante apenas uma hora e meia de trem da ilha de Manhattan. 

A cidade de Filadélfia, com uma população em torno de 1.6 milhões de habitantes, e cuja região metropolitana esse número sobe para 6.5 milhões – está situada na região mais povoada dos EUA, próxima também de cidades importantes como Washington (200 km) e Boston (430 km). Fui hóspede do Radisson Plaza Warwick Hotel, um quatro estrelas na praça Rittenhouse, com ótima localização, próximo às principais atrações turísticas da bela cidade.

 

A cidade onde foi criada a Constituição americana

Filadélfia é o berço americano, conhecida como a “Cidade do Amor Fraternal”. Lá, foi assinada a carta que decretou a independência do país e criada a primeira – e única – Constituição local.

 

Liberty Bell, o Sino da Liberdade, famoso

símbolo da independência dos EUA

O melhor lugar para sentir a emblemática liberdade local é o bairro histórico de Old City, na região leste da cidade.

O local concentra o Sino da Liberdade, o Independence Hall, a primeira Prefeitura da Filadélfia, a primeira Casa da Moeda americana e algumas paredes que não foram derrubadas da Casa do Presidente, construção que tinha o mesmo papel da Casa Branca enquanto o município foi a capital americana.

No cruzamento das ruas Broad e Market, bem no centro da cidade, fica a atual prefeitura – a maior construção municipal do país – e o coração da cidade. Ao redor do local, ficam os melhores restaurantes e hotéis, além de grandes lojas como a Macy’s e a FYE.

Dificilmente saímos da cidade sem nos apaixonar por sua atmosfera, por sua história, por seu sanduíche, por seu lutador.

A “Cidade do Amor Fraterno” pode ser uma opção para quem visita Nova York e Washington, D.C., a aproximada-
mente duas horas de distância.

O que ver e apreciar na Filadélfia

Uma das maiores cidades dos Estados Unidos, a Filadélfia conta com aproximadamente 1.5 milhões de residentes e outros 6.0 milhões nas suas imediações. A cidade surpreende a todos que a visitam ao encontrar uma cidade grande, com edifícios suntuosos e grandes avenidas, convivendo harmoniosamente com prédios, monumentos históricos e ruas estreitas e charmosas. Uma cidade moderna e vibrante preocupada com todos os meios tradicionais de transporte e, ao mesmo tempo pacata, com os românticos trolleys e charretes percorrendo suas ruas e avenidas, transportando turistas de todo o mundo. Uma cidade onde se pode caminhar tranquilamente para melhor apreciar sua beleza.

Destaque para o Indenpendence Hall, local onde foi assinada a declaração de independência americana.

Não deixe de conhecer também o Liberty Bell, um sino que ganhou notoriedade durante o combate contra as forças britânicas.

Aliás, esses dois lugares ficaram na época famosos porque apareceram no filme “A Lenda do Tesouro Perdido”, estrelado por Nicolas Cage.

O filme “O Sexto Sentido” também utilizou vários lugares da cidade como cenário.  Apesar de toda essa importância e relevância histórica, a Filadélfia é uma cidade tranquila, com um clima que lembra qualquer cidade interiorana.

Para os turistas, é um ótimo lugar, até porque as opções de hospedagem e locomoção são boas e variadas.

 

Não deixe de visitar

Memorial Hall - Construído para alojar a exposição de arte da exposição mundial de 1876, em comemoração ao centenário da declaração de independência americana e que tomou conta de grande parte do Fairmount Park, o Memorial Hall também já abrigou o Museu de Arte da Philadelphia e a Escola de Arte Industrial, depois deu abrigo a exposições menores e atualmente abriga o Please Touch Museum, museu dedicado ao público infantil.

Quase 10 milhões de pessoas passaram pela exposição mundial em 1876, sendo que na época os Estados Unidos tinham uma população de aproximadamente 40 milhões de pessoas. Uma curiosidade: D. Pedro II marcou presença no evento.

Filadélfia - A Cidade do

Amor Fraternal

Antiga capital dos EUA, ela foi a casa de Benjamin Franklin e Rocky Balboa.
Conhecida popularmente como “Philly”, ela é a sexta maior cidade dos EUA

Talvez um dos símbolos mais reconhecidos da Filadélfia fica nesta praça: as letras que soletram a palavra “LOVE”, do escultor Robert Indiana, representam a essência de amor fraterno da cidade.

Este símbolo atrai turistas e românticos de todos os Estados Unidos e do mundo, principalmente recém-casados, que vêem na escultura o símbolo perfeito para representar o seu amor e fazem a peregrinação até lá para fazer suas fotos de casamento.

No inverno, a cidade instala um mercado de Natal (chamado Christmas Village), com várias lojinhas que vendem de tudo, desde roupas e joias a comidas e bebidas.

O One Liberty Observation Deck, também chamado Philly From The Top, é a mais nova atração. Admire a cidade como nunca antes, a 57 andares, curtindo vistas panorâmicas de 360 graus da cidade. De lá, você desfrutará de vistas incríveis da Prefeitura, dos Rios Delaware e Schuylkill, do Fairmount Park e do Love Park. O deck de observação está aberto das 10h às 20h, recomenda-se ir no horário do pôr do sol. O interessante é aguardar a visita guiada, incluída no preço (US 14 por pessoa), que acontece a cada hora para todos que estiverem no topo.

 

City Hall Tower – Projetado para ser o edifício mais alto do mundo, foi superado durante a construção pelo Monumento de Washington e a Torre Eiffel. Após a conclusão de sua torre, em 1894, tornou-se o mais alto edifício habitável do mundo.

Foi também o primeiro edifício secular a ter essa distinção, já que todos os prédios mais altos do mundo anterior eram estruturas religiosas, incluindo catedrais europeias e - nos 3.800 anos anteriores - a Grande Pirâmide de Gizé.

Com quase 700 quartos, a Prefeitura é o maior edifício municipal dos Estados Unidos e um dos maiores do mundo. O prédio abriga três filiais do governo: o poder executivo da cidade, sua assembléia legislativa (a Câmara Municipal de Filadélfia) e uma parte substancial do poder judiciário. É a mais alta estrutura em pedras da América. Pode-se visitar a torre, a mais de 500 pés de altura. No seu topo, a estátua de bronze do fundador da Filadélfia, William Penn.

O prédio da Prefeitura pode ser definido em uma palavra: imponente. Ocupando uma área enorme no centro da Filadélfia, este prédio não tem como passar desapercebido pela sua beleza e grandiosidade. Você pode atravessar por dentro dele em direção a outras ruas, pois é aberto ao público. Sua arquitetura é grandiosa e faz dele talvez a mais bela prefeitura do mundo.

A Filadélfia também é conhecida por ter os torcedores mais fanáticos e críticos em todos os esportes. O Complexo Esportivo, no sul da cidade, abriga o Citizens Bank Park, estádio utilizado pelos Phillies, equipe de beisebol, o Lincoln Financial Field, casa do Eagles do futebol americano, e o Wells Fargo Center, ginásio usado pelos Flyers do hóquei e pelos 76ers do basquete.

Se a sua intenção é fazer compras, dê um pulo na cidade vizinha de King of Prussia, onde está localizado o maior centro de compras da Costa Leste americana: o King of Prussia Mall. Se você quer preços mais em conta, o Philadelphia Premium Outlets, em Limerick, é o destino.

Lufthansa retoma rota São Paulo-Munique com aeronave A350-900

Desde o dia 03 de dezembro, a Lufthansa está oferecendo voos partindo de São Paulo para uma nova porta de entrada para a Europa e o mundo: Munique, a capital da região alemã da Bavária.O A350-900 parte do Terminal 2 do Aeroporto de Munique, Franz Josef Strauss, o hub da companhia na Bavária. “Estamos honrados em conectar São Paulo ao nosso hub premium em Munique novamente. É a primeira vez que a Lufthansa utiliza o Airbus 350-900, a mais moderna e sustentável aeronave de longa distância no mundo, em voos para a América do Sul”, afirma Markus Binkert, Chief Commercial Officer (CCO) Hub Munich e Senior Vice President Marketing. O voo LH505 sai de São Paulo às 18h, horário local, às terças, sextas e domingos, chegando em Munique às 9h35 da manhã seguinte. Já o LH504 parte da capital da Bavária às segundas, quintas e sábados, às 22h30, e chega em São Paulo às 6h55 do dia seguinte. Estes horários foram estrategicamente programados para oferecer excelentes conexões com os demais voos do Lufthansa Group para todo o mundo.

Durante as festas natalinas, a Filadélfia fica acesa

Um espírito festivo de férias transborda de lojas, teatros, restaurantes, parques e estádios
que se preparam para comemorar a temporada

Este ano promete coisas espetaculares para fazer nas festas natalinas na Filadélfia. Todas as listas incluem visitas ao Macy’s Christmas Light Show, um giro pela pista de patinação e eventos festivos na Philadelphia City Hall, um assento no The Nutcracker e um local para assistir aos fogos de artifício da véspera de Ano Novo do Rivers Casino, na orla.

Os pop-ups de férias abundam em Center City, incluindo o deslumbrante deck noturno Deck the Hall Light Show (até o dia 1ª de janeiro de 2020), projetado diretamente ao lado da prefeitura. Em outros lugares, a Rothman Orthopaedics Ice Rink & Cabin (até 23 de fevereiro de 2020) oferece patinação no gelo, aluguel de skate, luzes cintilantes e espaço interno para aquecer e encher lanches, coquetéis, cerveja sazonal e bebidas quentes, enquanto o encantador Wintergarden (até 23 de fevereiro de 2020) guarda plantas e luzes sazonais. Por fim, o Made in Philadelphia Holiday Market (até o Réveillon) retorna com dezenas de fornecedores locais independentes vendendo seus produtos.

Onde: Dilworth Park, 1 S. 15th Street Durante o Franklin Square Holiday Festival anual, o Electric Spectacle Holiday Light Show faz essa histórica praça brilhar, com vários shows de ree todas as noites. Entre as 75.000 lâmpadas definidas para a música está uma pipa gigante e iluminada. Outras festividades incluem sábados com o Papai Noel; passeios no trem e carrossel de férias; alimentos de conforto, cerveja local e bebidas quentes no Ben’s Sweets & Treats; tarifa de férias no SquareBurger; e mini-golfe.

Tradições de Natal dos americanos
diferentes das dos brasileiros

A véspera de Natal não é tão importante para os americanos como é para os brasileiros.
Apesar de se reunirem com a família para uma ceia, acontece muitas vezes de irem para a cama antes mesmo da meia noite, principalmente em famílias com crianças. Os pequenos gostam de deixar biscoitos e um copo leite próximos à árvore para o Papai Noel e cenouras no quintal para as renas. Para manter a magia, enquanto os filhos dormem, os pais deixam apenas migalhas no prato e pegadas na neve, entre outras encenações, para surpreendê-los na manhã de Natal. Presentes adicionais são colocados debaixo das árvores e nas meias na lareira, como se tivessem sido deixados pelo Papai Noel.

A vila natalina de estilo alemão retorna ao JFK Plaza, também conhecido como LOVE Park . Pelo 12º ano, 80 cabines de madeira de comerciantes locais e internacionais exibem e vendem enfeites Käthe Wohlfahrt, roupas de inverno, brinquedos artesanais e todo tipo de guloseimas comestíveis e potáveis, enquanto o entretenimento mantém as coisas festivas.

 

© 2020 Jornal Brand-News