BERLIM

Por Odair Camillo

Fort Worth

Pertinho de Dallas, a cidade dos famosos caubóis

   O Aeroporto Internacional de Dallas/Fort Worth,  localizado quase exatamente entre Dallas e Fort Worth, no estado americano do Texas, é o mais movimentado da região centro-sul dos Estados Unidos.

   A principal linha aérea    operando no aeroporto é a American Airlines, que responde por 86% do movimento total de passageiros.  

Apesar da sua inauguração ter sido em 1974, a verdadeira estreia ocorreu no ano anterior, com a aterrissagem do avião supersônico Concorde, sendo o primeiro aeroporto norte-americano a receber esse tipo de aeronave.

Possui cinco terminais e tem sete pistas, quatro das quais com cerca de 4.800 metros de extensão. Depois há uma com 2.835, outra com 2.743 e uma com 2.591.

 

Cowtown - A cidade do gado

Os moradores dessa cidade têm um caso de amor total com ela, e muito orgulho em chamá-la carinhosamente de “Cowtown, a cidade do gado”. Visitar Fort Worth é uma curiosa mistura de olhar para o passado e para o futuro; o velho e o novo se reúnem para criar um mundo que é um aceno para o passado caubói dos EUA.Na cidade é possível ver antigos saloons, homens com imensos chapéus, cavalos e muitas referências ao mundo dos caubóis. Ela proporciona uma verdadeira imersão neste aspecto marcante da cultura dos Estados Unidos.

Fort Worth não guarda apenas a história norte americana do tempo do Velho Oeste. Um capítulo não muito distante da história do país deixou as suas marcas na cidade. No dia anterior ao seu assassinato, o então presidente John Kennedy cumpriu agenda na cidade. Como tinha compromissos em Dallas no dia seguinte, ele e sua esposa Jaqueline passaram a noite no Hotel Texas (hoje Hilton Fort Worth). O local pode ser visitado pelos turistas e conta com algumas partes preservadas. Além disso, bem em frente ao empreendimento há uma estátua em homenagem ao ex-presidente e mural com imagens de sua visita ao local.

 

Cattle Drive - O Desfile de Touros Longhorn, é atração

 

Nos fins de semana, pontualmente às 10h e 16h30, uma comitiva atravessa a rua principal da cidade, tocando cerca de 15 bois da raça Longhorn.  Eles têm um chifre que pode chegar a 2 metros de ponta a ponta. São animais dóceis, mas é bom ficar sempre esperto. Nesses horários, acontece um desfile que conta com a presença dos atores dos touros Longhorn, típicos desta região e que deram à Fort Worth o apelido de “Cowtown”. Após o desfile os “cowboys” tiram fotos com os turistas e fazem agumas encenações. Antes de iniciar, um senhor aparece no meio da rua parab dizer algumas palavras, e com ajuda de alguns fiscais pede para as pessoas não descerem da calçada, lembrando  que a segurança sempre deve vir em primeiro lugar.

 

Stock Yards - o famoso curral onde ficava o gado, tranformou-se na maior atração da cidade

Stock Yards guarda diversas surpresas durante o dia. Além de lojas e restaurantes típicos, é possível encontrar um cenário que nos leva imediatamente para dentro de um daqueles filmes antigos com caubóis, saloons e muito mais. Atores circulam pelo local vestidos à caráter durante todo o dia, pois às 11h30 e às 16h eles entram verdadeiramente em ação. Nesses horários acontece um desfile que conta com a presença dos atores dos touros Longhorn, típicos desta região e que deram à Fort Worth o apelido de “Cowtown”. Após o desfile, os “caubóis” tiram fotos com os turistas e fazem algumas encenações.À noite, o melhor lugar para ir é o Billy Bob’s. Uma mistura de bar, pub e rodeio, que acomoda até seis mil pessoas em diversos ambientes. Lá é possível curtir as emoções de um rodeio, jogar bilhar ou fliperama, degustar a típica comida texana, tirar fotos montado em um touro, apreciar música country ao vivo e adquirir souvenirs. É a oportunidade de curtir uma noite no estilo dos caubóis do velho oeste.Muitas atrações e excelente gastronomiaA gastronomia é um dos diferenciais de Fort Worth.Há o que eles chamam de típico churrasco texano, com carne em abundância e muito molho barbecue, daquele que apenas os texanos sabem fazer. E para acompanhar, a melhor pedida são as cervejas artesanais. Cada bar, restaurante ou pub tem a sua carta com dezenas de opções, todas elas locais.Fort Worth preserva os seus costumes e cultura, mas para quem a visita, fica claro que não se trata de uma encenação para atrair turistas. Lá está, verdadeiramente, o american cowboy way of life, mas a cidade oferece ainda outros atrativos. Um deles é o Texas Motor Speedway, que recebe provas da Nascar e da Fórmula Indy. È possível fazer um tour e até dar uma voltinha em uma daquelas máquinas. Outro passeio interessante  é o Bureau of Engraving and Printing, o equivalente à nossa Casa da Moeda. É possível fazer uma visita guiada pelo local e ver como as famosas notas verdinhas de dólares são produzidas. Claro, no final há uma lojinha de souvenirs onde pode-se comprar desde dinheiro picado até quadros.

 

O progresso chegou a Fort Worth com a estrada de ferro

 

Com a chegada da estrada de ferro, o negócio de gado cresceu ainda mais. Ao redor dos currais diversas empresas relacionadas abriram suas portas, como abatedouros, curtumes, empacotadores, transportadores e também hotéis, restaurantes, bares, lojas, locais de entretenimento. Praticamente uma cidade onde tudo e todos tinham algum tipo de trabalho na indústria da pecuária. Hoje em dia essa área foi preservada e é aberta aos turistas, que podem circular pelo local e conhecer várias atrações da antiga Cowtown (cidade das vacas), como o local era conhecido no auge da sua importância no comércio de gado.

 

Grapevine - Ligada por trem a Fort Worth

 

A poucos quilômetros de Fort Worth, Grapevine, cidade famosa pela produção de vinhos de qualidade, é ligada por um trem com duas viagens diárias. Construída de acordo com a arquitetura da virada do século 20, a estação ferroviária Grapevine Main  (foto) tem um visual vintage e se parece com as grandes estações ferroviárias americanas de ontem, com um grande salão coberto por tetos altos de 10 metros. Ela também tem uma torre de 50 metros com um deck de observação que oferece vistas panorâmicas da cidade, do Lago Grapevine, dos céus distantes de Dallas e Fort Worth e do aeroporto internacional.

 

Fort Worth - uma cidade moderna com todo o charme da cultura caubói

 

National Cowgirl Museum and Hall of Fame é interessante porque exibe as mulheres da história americana que cuidavam de fazendas, competiam em rodeios e se apresentavam em shows. Uma curiosidade para as pessoas que nunca foram criadas em um ambiente de cavalo. No primeiro andar, o museu apresenta exibições e áudio de vaqueiras famosas, em especial sobre Annie Oakley. Ela, na verdade Phoebe Ann Mosey, foi uma artista do celebrado show do Oeste Selvagem de Buffalo Bill, provavelmente a primeira estrela artística dos EUA. No espetáculo ela mostrava sua destreza com as armas, e costumava portar um rifle calibre 22. No segundo andar, exibições mais contemporâneas de mulheres que foram cowgirls, rancheiras e criadoras e outras ocupações.  Com alta tecnologia, cenário típico, som surround e configuração que dá a sensação de estar em um rancho.

Você pode curtir na cidade texana de Fort Worth uma grande variedade de experiências, incluindo arte, animais, moda e diversão em família. Veja obras-primas inestimáveis no internacionalmente famoso Fort Worth Cultural District (Distrito Cultural de Fort Worth), onde cinco museus de fama mundial estão em um belo parque.

Faça compras e saia para jantar no centro, no charmoso distrito de Sundance Square, com 35 quarteirões. Assista a um espetáculo da Broadway no Bass Performance Hall, eleita uma das dez maiores casas de espetáculos do mundo pela revista Travel and Leisure. Caminhe pelo Museum of Living Art (Museu da Arte Viva). Visite o Bureau of Engraving and Printing (Departamento de Gravura e Impressão), conhecido como Money Factory (Casa da Moeda), um dos únicos dois locais nos EUA onde é impresso dinheiro e o único a produzir a nota de US$ 100.

Curta a vida a mil por hora na Texas Motor Speedway (Autódromo do Texas), onde fica a maior tela de vídeo
HD do mundo, apelidada de Big Hoss.

Fort Worth tem uma localização conveniente: a apenas 27 quilômetros do Aeroporto Internacional Dallas-Fort Worth e a apenas 20 minutos do AT&T Stadium, onde o Dallas Cowboys joga futebol americano.

 

Museu da American Airlines em Fort Worth conta a história da aviação comercial

 

A American Airlines - uma das maiores empresas aéreas americanas - tem o seu museu na cidade de Fort Worth, que leva o nome de seu ex-presidente Cyrus Rowlett Smith. Entre as atrações, que incluem exibições interativas, apresentações em vídeo, apresentações práticas, um simulador de voo de dois lugares, um filme da IWERKS “Spirit of America” ​​e muitas outras atividades educacionais relacionadas a voos. O destaque é o DC-3 (foto) restaurado, da década de 1940, instalado em um hangar de vidro. O Flagship Knoxville recebe visitantes de todas as idades. O museu foi inaugurado em 1993, mas passou por uma grande reforma em 2018, com as exposições agora definidas para que todos os diferentes papéis dentro da companhia aérea sejam devidamente representados. Digna de nota são a coleção de uniformes, um cockpit MD-80 completo e uma maquete interativa do centro de controle da companhia aérea.

© 2020 Jornal Brand-News